terça-feira, 16 de junho de 2009

Dignidade Já!


Em tempo de Parada Gay em São Paulo, resolvi postar aqui a minha dissertação sobre o casamento homossexual. É um tema polêmico - pra mim, não deveria ter polêmica nenhuma, mas enfim... - mas eu tenho uma opinião formada sobre o assunto, ao contrário dos homofóbicos de mente pequena. ;)
.
Segue a dissertação..
.
Dignidade já!
.
Polêmica, hipocrisia, igualdade, preconceito, religião... são as palavras que geralmente aparecem nas discussões sobre o casamento homossexual, um assunto que gera muitas divergências em opiniões por todo o mundo. O conservadorismo e os preceitos cristãos enraizados na sociedade atual, limitam os direitos de liberdade dos homossexuais que independem da sua opção sexual para serem considerados cidadãos.
A cidadania consiste nos direitos e deveres das pessoas na sociedade que devem ser vistas de maneira igualitária aos olhos do governo e de todas as instituições superiores. Ou seja, pessoas de um pais são submetidas às mesmas leis, mesmos direitos e deveres não podendo, portanto, serem privadas de certos benefícios, sendo elas homossexuais ou não.
Outro fator que corrobora com a ameaça à liberdade dos homossexuais é o conservadorismo ainda presente na sociedade e nos preceitos cristãos que têm grande influência na mentalidade d maioria das pessoas que são contra a união entre pessoas do mesmo sexo. Católicos fervorosos por exemplo, seguem os dogmas da Igreja, e sem contestação, acatam as opiniões dos sacerdotes superiores opondo-se a questões que batem de frente com a religião.
Esse pensamento conservador pode se agravar tornando-se o preconceito, homofobia, no caso. Não é raro de se ver, homossexuais sendo hostilizados em lugares públicos ou em ambientes muito propícios como a Internet. A homofobia é um caso a se pensar, até porque, como toda e qualquer forma de preconceito, homofobia é burrice; seres humanos nasceram para viver em conjunto, não há sentido na segregação.
Portanto, é claro e evidente que os entraves para a legalização do casamento homossexual vêm de questões altamente subjetivas, que não têm nenhum embasamento legal. O ponto é: abrir as mentes e aceitar as diferenças, por mínimas que sejam, pois são elas que fazem a individualidade de cada um. Se não é capaz de aceitar, ao menos respeite.
.
PS: Eu sei que dissertação é meio chato e tal. Toda essa sofisticação no vocabulário, e técnicas e blabla.. Mais divertido seria fazer uma crônica, ou um texto jornalístico qualquer, e eu pensei nisso. Mas como a dissertação tava aqui prontinha, e eu tava há muito tempo sem postar.. é isso a ahahah ;)
.
Soundtrack: Slide Away - Oasis
Estou completamente apaixonada e viciada nessa música hahahah
É liiiinda *-*
Recomendo!
.
Beijomeliguem ;*

5 comentários:

Gúh! disse...

Não sou gay, mas apóio o casamento, e também a adoção legal, que é outra pôlemica, nem era pra ser como você disse...Mas o Brasil já tem bastante avanço nesta questão, até mais que muitos países do (nosso nível)...

Beijão :)

Rafa disse...

Ótimo blog, bom visual, texto excelente tb!

passa lá pra me visitar tb

Joseanne - a nova atualização do meu blog, acessem...

http://cemiteriodaspalavrasperdidas.blogspot.com/

Will [SPFC] disse...

Lindo Tutti. Eu tô totalmente contigo nessa. :)

confess0 disse...

Hey, você escreve muito bem ;) parabens!
peguei seu blog no orkut ;)! add :*

Paulo Roberto disse...

Primeiramente parabéns pelo blog;
Também quero dizer que gostei de seus textos e de suas ideias. E é o que eu procuro por essa rede gigantesca que a internet, pessoas com ideias parecidas com as minhas :)
Estou te seguindo a aprtir de agora..
Se possível acesse meu blog: http://criticascordiformes.blogspot.com/
Se quiser me adicione no msn para trocarmos algumas palavrinhas: paulotb_@Hotmail.com

beijinhos

Postar um comentário